Quem é Thomas Sowell

//Quem é Thomas Sowell

Quem é Thomas Sowell

Nascido no estado da Carolina do Norte em 1930, Thomas Sowell é economista e escritor.

Nesses anos em que muitos argumentam que a identidade racial determina a ideologia política, Thomas Sowell nos desafia a reexaminar muitas suposições amplamente aceitas sobre esse tema.

Em seus escritos, ele oferece informações valiosas sobre as divisões que polarizam nossa cultura política.

Sowell avalia as percepções populares sobre o papel da opressão e da discriminação na limitação do sucesso de certos grupos, por meio de uma combinação entre história e economia.

Dessa forma, ele mostra como as melhores oportunidades para todas as pessoas são criadas a partir de muito trabalho e esforço aplicados de forma livre e pelo livre mercado.

Embora seja muito conhecido por seus escritos sobre raça e cultura, a ênfase de Sowell nos aspectos do mercado aberto aparece é também consistente em seu trabalho.

Em cada estudo, ele transforma questões emocionais complexas em análises facilmente compreensíveis dentro de uma perspectiva global e histórica, abordando economia e política social.

Vida

Em plena Grande Depressão, Sowell nasceu pobre e foi criado no Harlem, onde aprendeu a natureza da responsabilidade e do esforço próprio em primeira mão.

Embora tenha saído de casa antes de finalizar o ensino médio, ele concluiu a graduação de bacharel em economia por Harvard em 1958.

A conquista do mestrado pela Universidade de Columbia aconteceu no ano seguinte e 10 anos depois, Thomas Sowell já era doutor pela Universidade de Chicago.

Obras

Ele é autor de vários livros sobre economia, incluindo Economia Básica: um Guia de Economia Voltado ao Senso Comum.

Neste livro, Thomas Sowell explica por que as pessoas têm fome em países onde existem vastas quantidades de terras agrícolas ricas. Assim como, as razões de existirem muitos sem-teto na cidade de Nova York, a despeito de seus prédios abandonados e o porquê de o desemprego ter atingido a marca de 25% durante a Grande Depressão.

Ao explicar essas fatos reais, Sowell ilustra como uma lacuna entre conhecimento e decisões conduz as ações humanas a consequências não intencionais e muitas vezes trágicas.

Esse tema também é desenvolvido em muitas publicações de Thomas Sowell, talvez mais notavelmente em Os Intelectuais e a Sociedade.

Atravessando a teoria econômica e a filosofia social, este trabalho é paralelo às discussões de F. A. Hayek sobre o papel do conhecimento na sociedade.

Em resumo, nele Thomas Sowell descreve como o conhecimento é incorporado aos julgamentos e às percepções de milhões de pessoas.

Nesse sentido, ele demonstra como essas percepções, por sua vez, afetam as decisões que impactam nossas instituições econômicas, políticas, jurídicas e outras instituições sociais.

Além de usar a economia para nos ensinar como o mundo funciona, Sowell também procura entender como e por que as ideias polarizam nossa cultura.

No campo da história das ideias, ele escreveu Marxismo: A Filosofia e a Economia (1985) e Conflito de Visões (1987).

Neste último trabalho, em suma, Sowell apresenta uma análise das perspectivas conflitantes da natureza humana e como elas moldaram as instituições morais, legais e econômicas com o passar do tempo.

Ideias

Talvez, raça e cultura sejam os tópicos mais polarizantes com os quais Sowell lidou. Suas obras contribuíram amplamente para a compreensão de questões relacionadas à discriminação e aos direitos civis.

Thomas Sowell nos lembra que muitas declarações incendiárias sobre raça, cultura e até sobre inteligência podem e devem ser resumidas a questões empíricas, ao invés de conclusões precipitadas.

Os fatos que ele expõe em suas muitas publicações mostram como políticas públicas baseadas em falsas suposições, frequentemente, se mostram prejudiciais às mesmas pessoas que pretendiam ajudar.

Além disso, ele demonstra essa noção sobre a legislação dos direitos civis, a política educacional, entre outras, que enfraquecem o valor da responsabilidade individual e do esforço próprio.

É comum a abordagem de Sowell levar a descobertas que se mostram contrárias à sabedoria convencional. Mas, igualmente importantes, elas ilustram como essas visões se tornaram ortodoxas.

Além de seus muitos livros, os escritos de Sowell apareceram em revistas de economia, direito e outras áreas acadêmicas.

Ele também foi comentarista político popular, aparecendo em jornais, revistas e artigos online. Contudo, ele não escreve mais, pois se aposentou em 2016, após quase duas décadas assinando colunas semanais que podem ser lidas aqui.

Sowell, que recebeu o prêmio Francis Boyer do American Enterprise Institute, atualmente, é membro sênior da Hoover Institution em Stanford, na Califórnia.

Série Pensadores da Liberdade:
– Fréderic Bastiat
– Robert Nozick
Lysander Spooner
Thomas Jefferson

*Jo Kwong é vice-presidente de relações institucionais da Atlas Economic Research Foundation.

Gostou do artigo? Então apoie o Ideias Radicais! Apoiadores recebem vários benefícios, entre eles uma carta mensal sobre o que o Ideias Radicais está fazendo, além de webinars com a equipe.

Por | 2020-05-25T03:09:11-03:00 29/04/2020|Pensadores da liberdade|Comentários desativados em Quem é Thomas Sowell