Como a psicologia pode te ajudar a ser um líder melhor em 6 pontos

//Como a psicologia pode te ajudar a ser um líder melhor em 6 pontos

Como a psicologia pode te ajudar a ser um líder melhor em 6 pontos

‘Liderança’ se tornou uma palavra tão popular nos últimos anos, que hoje parece não significar quase nada. Por esse motivo, pesquisadores da psicologia aumentaram seus esforços para eliminar a desordem e agregar dados reais sobre a ciência desta habilidade.

Afinal, programas que pretendem desenvolver “habilidades de liderança” muitas vezes não significam mais do que networking. E os livros de “desenvolvimento de liderança” podem se resumir a um indivíduo falando balelas na tentativa de divulgar sua marca pessoal.

Aqui estão 6 ideias da psicologia que podem te ajudar a ser um líder melhor.

1. Não existe uma maneira única de ser um líder

A primeira coisa que você pode aprender ao mergulhar na psicologia da liderança é que existem tantas maneiras de ser um líder eficaz quantas são as posições de liderança. E há tantas maneiras eficazes de inspirar indivíduos quanto existem pessoas no mundo.

A sabedoria atual entre os teóricos da psicologia é uma integração de duas abordagens distintas: Teoria Situacional e Teoria dos Traços. Isso significa que não existe um perfil psicológico universal que torna um indivíduo um líder eficaz. Assim como, não existe uma situação perfeita que pode “impor a liderança sobre você”. Em vez disso, existe uma combinação dos dois.

Ser um bom líder é estar no lugar certo na hora certa, mas também ser a pessoa certa para o seu lugar e hora.

2. Líderes nunca “desligam”

Assim como liderança não é somente ter as características certas ou estar na situação certa, também não é algo que se possa ligar e desligar.

Nesse sentido, os psicólogos pesquisadores estudam a liderança de forma holística, encontrando padrões dentro e fora da função formal de liderança.

A teoria psicológica integrada da liderança propõe que os líderes mais eficazes exercem influência em três níveis: público, privado e pessoal. Os líderes mais eficazes são capazes de efetuar mudanças em um nível público; em grupos de mais de duas pessoas; e a nível privado, a partir de interações individuais.

Criticamente, porém, os líderes não “desligam” fora de seu papel e também mantêm sua mentalidade de liderança em um nível pessoal, vivendo as crenças e atitudes que infundem em seu papel de liderança.

3. A liderança começa com sua postura e linguagem corporal

O importante em perceber que não existe uma fórmula mágica para liderança e que a liderança ocorre em vários níveis simultaneamente é que ela fornece um framework para aprender sobre liderança.

A psicologia ensina que a maneira como os líderes desenvolvem habilidades de liderança envolve um processo lento e constante de observação, tentativa e erro, conexão interpessoal e experiência.

Em suma, o primeiro lugar para começar a observar é seu próprio corpo. Amy Cuddy, psicóloga social e professora da Harvard Business School, demonstrou que mesmo algo tão simples como assumir uma postura corporal poderosa, com o peito aberto e os membros expandidos, pode impactar significativamente em como um líder é recebido por seus colegas ou subordinados.

4. Relacionamentos são a unidade fundamental de liderança

Depois de estabelecer uma consciência saudável da própria presença corporal em um papel de liderança, o próximo passo externo é no nível das relações interpessoais.

Outro desenvolvimento teórico recente na compreensão psicológica da liderança é chamado de teoria da troca líder-membro (LMX, do inglês, Leader-Member Exchange).

Embora muitos de nós possamos cair no estereótipo de que os líderes exercem sua influência na frente de grandes multidões, dando discursos estimulantes e cinematográficos, a teoria LMX nos instrui que a unidade fundamental de liderança é o relacionamento um-a-um. 

Sem a construção de uma rede interpessoal baseada na confiança e no respeito, nenhum líder pode ser eficaz mesmo que tenha carisma e ideias brilhantes.

5. Liderança muitas vezes se parece com subordinação

Enfocando as relações interpessoais, a psicologia da liderança também pode te ajudar como líder por meio deste conceito útil: a ideia de seguidores.

Afinal, é fundamental compreender a importância de construir confiança e respeito em seus colegas de trabalho e subordinados. Isso proporciona aos líderes humildade e colegialidade que os mantém longe das armadilhas orgulhosas vistas em tantos outros.

Os melhores líderes entendem que sua liderança é impossível sem a dedicação, confiança e crença de seus seguidores e, por isso, eles se concentram em capacitar essas pessoas.

6. Líderes não separam indivíduos entre Nós vs. Eles

Primeiro, os líderes devem seguir este caminho de crescimento exterior em espiral. Isto é, passar de uma consciência de si mesmo, para uma consciência de seu lugar em um relacionamento; para uma consciência do lugar da outra pessoa no relacionamento. A partir daí, o próximo passo em termos de amadurecimento é compreender a dinâmica de grupos maiores.

Há um marcador fácil de liderança fraca que, infelizmente vemos com muita frequência nos líderes políticos de hoje. Este marcador é a tendência de separar os grupos em “Nós vs. Eles”. Estes líderes concentram suas estruturas de recompensa em coisas como lealdade ou conformidade intelectual; e rejeitam o “Grupo de Fora”, que falha em atender a essas expectativas. Essas atitudes indicam auto absorção e medo de perder o poder.

Ao invés de direcionar o foco para o “grupo externo”, os melhores líderes se interessam em servi-los tanto quanto aos indivíduos do “grupo interno”. Este movimento depende da perda de interesse por si mesmo, para enfocar sua atenção na realização de seus ideais, honrando seus relacionamentos e alcançando a visão coletiva do grupo.

Por fim, quando um líder atinge esse nível de maturação, ele aceita desafios à sua liderança; ideias não conformistas e soluções divergentes, não se sentindo mais ameaçado por estes.

A psicologia não vai te ajudar a ser um líder melhor de forma mágica

Existem tantas teorias sobre liderança quanto existem situações de liderança. Portanto, a psicologia não pretende revelar respostas mágicas à liderança, mas oferecer dados reais confirmados por experimentos científicos.

Bem como modelos úteis e estruturas intelectuais que levam a uma compreensão mais sofisticada desta habilidade. E estas seis ideias da psicologia podem ajudar você em seu caminho para se tornar um líder melhor.

Texto publicado originalmente em Skills You Need

Se você é um profissional de negócios, faz parte da gestão de um grupo de estudos ou pretende entrar para a política e busca se tornar um grande líder, precisará de experiência e educação continuada para desenvolver suas habilidades de liderança ao máximo potencial.

O Lideranças Radicais é o curso ideal para te ajudar a se tornar um líder melhor. Mais do que receber conteúdo, com o LR você entra para a nossa comunidade exclusiva de líderes; e tem a oportunidade de conviver com quem está fazendo a diferença no Brasil.

Confiram também nosso artigo sobre como fazer uma Sucessão de Lideranças em Grupos de Estudo.

Por | 2020-10-01T07:57:44-03:00 03/10/2020|Comunidade Libertária|Comentários desativados em Como a psicologia pode te ajudar a ser um líder melhor em 6 pontos